quarta-feira, julho 24, 2024

Últimas Notícias

Segurança em Apps de relacionamento: Protegendo usuários no mundo digital e real

Desde o surgimento do primeiro site de relacionamento na década de 1990, a busca por relacionamentos online tem se tornado cada vez mais popular em todo o mundo. Milhões de pessoas utilizam sites e aplicativos para encontrar sua alma gêmea. No entanto, é crucial estar ciente dos riscos associados a essa prática, como golpes online e comportamentos indesejados ou ameaçadores.

No ano anterior, a Interpol emitiu um alerta para 194 países membros, incluindo o Brasil, sobre o aumento de golpes em aplicativos de relacionamento. Desde então, advogados, policiais e especialistas em segurança pública têm observado um crescimento contínuo dessas práticas criminosas, embora não existam estatísticas específicas para esse tipo de estelionato.

O Dr. Nilton Serson explica qual é a responsabilidade dos aplicativos: “A segurança dos usuários é uma questão crítica para aplicativos de relacionamento. Esses apps têm responsabilidades tanto no âmbito digital quanto, indiretamente, no mundo real. 

Por isso mesmo, eles devem adotar medidas robustas para proteger a segurança dos usuários dentro da plataforma e estar prontos para colaborar com as autoridades em investigações de incidentes que possam ocorrer fora do ambiente digital. A segurança do usuário deve ser uma prioridade contínua, com um equilíbrio cuidadoso entre proteção de privacidade e cooperação com as forças de segurança”.

De acordo com especialistas em segurança pública, é aconselhável que os encontros ocorram em locais públicos e que sejam realizadas chamadas de vídeo para verificar se a imagem da pessoa corresponde às fotos disponíveis nas redes sociais. Infelizmente, muitas vítimas costumam dizer: ‘Eu suspeitava disso’, mas ainda assim acabam caindo no encanto virtual.

Os aplicativos de relacionamento devem assegurar que as informações pessoais dos usuários estejam protegidas contra acessos não autorizados. Isso inclui dados de perfil, mensagens e outras interações dentro da plataforma.Verificação de Perfis:Implementar mecanismos de verificação de perfis pode reduzir a presença de contas falsas e aumentar a segurança. Isso pode incluir verificação por e-mail, número de telefone ou integração com redes sociais. Privacidade e anonimato :Os aplicativos devem oferecer configurações de privacidade que permitam aos usuários controlar quem pode ver suas informações e como elas são compartilhadas. Isso ajuda a proteger os usuários contra abusos e assédios.Relatório e Bloqueio: Ferramentas para relatar comportamentos inadequados e bloquear outros usuários são essenciais. Os aplicativos devem responder prontamente a esses relatórios e tomar medidas adequadas para proteger os usuários.Educação e Orientação:Fornecer orientação sobre práticas seguras de encontros online e offline capacita os usuários a protegerem a si mesmos. Isso pode incluir dicas sobre como se encontrar com segurança e reconhecer comportamentos suspeitos”, complementa Serson em relação a proteção de dados de responsabilidades dos aplicativos.

Embora os aplicativos de relacionamento não possam controlar diretamente o que acontece no mundo real, eles têm uma responsabilidade indireta em apoiar a segurança dos usuários ao fornecer informações úteis e colaborar com as autoridades quando necessário.

Dr. Nilton Serson finaliza explicando as responsabilidades no mundo real “Cooperação com Investigações:  Em casos de incidentes de segurança que se originam de interações no app, os aplicativos devem cooperar com as autoridades policiais. Isso inclui fornecer informações sobre a localização dos usuários, dados dos aparelhos telefônicos, registros de conversas e qualquer outra informação relevante que possa ajudar nas investigações.  Geolocalização e Rastreabilidade: Em situações emergenciais, a capacidade de rastrear a última localização conhecida de um usuário pode ser crucial. Embora isso deva ser feito com extrema cautela para proteger a privacidade, é uma medida que pode salvar vidas.    Segurança Proativa: Desenvolver parcerias com organizações de segurança e aplicar inteligência artificial para detectar padrões de comportamento suspeitos pode prevenir incidentes antes que ocorram”.

Apesar de  perceberem um aumento nos casos, não existem números precisos para dimensionar exatamente esse fenômeno. Isso ocorre porque, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, os crimes relacionados a aplicativos de namoro são classificados como estelionato. Em 2021, a Divisão Antissequestros do Dope (Departamento de Operações Policiais Estratégicas) prendeu mais de cem pessoas envolvidas nesse tipo de crime. Além disso, a CDDIBER (Divisão de Crimes Cibernéticos) do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) também investiga delitos cometidos por meio de meios eletrônicos.

veja mais em: Brasil & Mundo – Nilton Serson

Latest Posts

MAIS VISTAS