quarta-feira, abril 17, 2024

Últimas Notícias

Sabores da Amazônia acaba em pizza na festa dos 25 anos da Baco

Tem pirarucu e pato no tucupi: no mês de abril, melhor pizzaria de Brasília oferece receitas dos chefs paraenses Thiago Castanho e Saulo Jennings

A Amazônia dá o tom nos sabores de abril do festival “A Pizza com a Cara do Brasil”, que celebra os 25 anos da Baco Pizzaria, em Brasília. O chef Gil Guimarães, proprietário da Baco, convidou dois expoentes da culinária paraense: Thiago Castanho e Saulo Jennings.

Thiago despontou no Remanso do Peixe, restaurante de sua família em Belém. Hoje atua também no Sororoca Bar, casa paulistana especializada em pescados. Saulo, nativo do Tapajós, ganhou fama nacional ao abrir, em Alter do Chão, a Casa do Saulo –marca que ele expandiu para Belém e Rio de Janeiro.

A pizza de Thiago Castanho se inspira nas recordações do início de sua carreira. “É uma homenagem do Remanso do Peixe para a Baco”, diz o chef. “Um prato clássico da nossa casa, feito com pirarucu defumado e ameixa, mas na versão pizza.” Completam a receita pedaços de castanha-do-Pará, queijo marajoara de búfala e molho de tomate.

Saulo, por sua vez, adaptou outra receita tradicionalíssima do Pará: o pato no tucupi. Sua pizza recebe cobertura de pato confitado, tucupi preto, queijo marajoara, molho de tomate e crocante de jambu. Exótico? Nada! Gil Guimarães afirma que a pizza napolitana admite qualquer inovação nas coberturas, desde que se respeitem a técnica e o equilíbrio de sabores. “As combinações podem parecer inusitadas, mas resultaram em duas pizzas sensacionais.”

Ambas as pizzas custam R$ 99 (8 fatias) e ficam em cartaz de 1º a 30 de abril.

A Pizza com a Cara do Brasil

Para celebrar os 25 anos da Baco, os mais talentosos e renomados chefs do Brasil foram convidados a criar um sabor exclusivo de pizza. É o festival “A Pizza com a Cara do Brasil”, que se estende até o fim do ano.

A cada mês, dois chefs convidados apresentam suas receitas. Em março, as pizzas foram criações de Alex Atala (D.O.M., SP) e Rodrigo Oliveira (Mocotó, SP). Nos próximos meses, serão oferecidas as pizzas de Janaina Torres (A Casa do Porco, SP), Katia Barbosa (Aconchego Carioca, RJ), Guga Rocha (João Brasileiro, DF) e Fabricio Lemos (Origem, BA), entre outros.

Gil Guimarães, chef e proprietário da Baco, conta que a ideia é mostrar a diversidade da gastronomia brasileira com base na pizza tradicional de Nápoles. “Temos sabores sertanejos, da Amazônia, do cerrado, do sul do país”, diz. “Todos diferentes entre si, mas todos com a identidade Baco.”

Os sabores do festival “A Pizza com a Cara do Brasil” estão disponíveis nas unidades da Baco da Asa Sul e da Asa Norte, além da Casa Baco do Casa Park. 

Sobre a Baco

Economista, chef e padeiro formado na França, o mineiro Gil Guimarães abriu a Baco em 1999. No início, era apenas uma banca no Quituart –coletivo de restaurantes e bares no Lago Norte brasiliense.

A unidade da Asa Norte surgiu no ano seguinte e, em 2003, Gil inaugurou a Baco da Asa Sul. Foi nessa época que ele criou alguns sabores de pizza que se tornaram clássicos e nunca saíram do cardápio: gorgonzola com pera, shimeji com alho-poró e calabresa bêbada (flambada na cachaça), entre outros.

Então surgiu Nápoles na vida do chef mineiro. Gil se apaixonou pelo estilo napolitano de fazer pizza – aquele que deu origem a todos os outros – e o introduziu na Baco. Em 2012, a casa recebeu a certificação da AVPN (Associazione Verace Pizza Napoletana), selo de qualidade reconhecido no mundo inteiro. Foi uma das primeiras pizzarias no Brasil a satisfazer os rígidos critérios técnicos da associação napolitana. 

Em seus 25 anos de trajetória, a Baco acumulou premiações. A revista Prazeres da Mesa a elegeu como a melhor pizza do Brasil por dois anos consecutivos. Em Brasília, ganhou 23 prêmios de melhor pizza, concedidos por publicações como Veja Brasília e revista Gula.

Gil Guimarães também é dono da Casa Baco, com unidades no shopping Casa Park e no Mané Mercado, centro gastronômico ao lado do estádio Mané Garrincha. Além de pizzas napolitanas, a Casa Baco oferece pratos autorais das culinárias italiana e brasileira, com ingredientes típicos do cerrado. Em 2024, Gil vai levar para além-mar as delícias da pizza napolitana-brasiliense, com a abertura de uma operação em Lisboa ainda no primeiro semestre.

Para celebrar os 25 anos da Baco Pizzaria, Gil concebeu o festival “A Pizza Com a Cara do Brasil”, com receitas de chefs consagrados (dois a cada mês) como Alex Atala, Janaína Rueda Torres, Rodrigo Oliveira e Thiago Castanho.

A comemoração deve ter ainda uma festa com chefs na rua, prevista para agosto, um livro escrito em parceria com o jornalista Marcos Nogueira (autor da coluna Cozinha Bruta, na Folha de S.Paulo) e um documentário dirigido por Rafael Facundo.

Baco Pizzaria

CLS 408, Asa Sul, Brasília

CLN 309, Asa Norte, Brasília

Instagram: @bacopizzaria  

Casa Baco

Casa Park ST SGCV/SUL Lote 22 LOJA 105, Park Sul

Instagram: @casa.baco

Latest Posts

MAIS VISTAS

Pular para a barra de ferramentas