sexta-feira, junho 14, 2024

Últimas Notícias

O idioma interfere no alcance das redes sociais?

Especialista no algoritmo das plataformas digitais mostra como a língua nativa de um país impacta na performance do conteúdo e qual idioma é “mais fácil” de viralizar

A viralização é um desejo de muitos usuários das redes sociais; seja apenas para ter alguns minutos de fama, seja para criar uma carreira como influenciador, ou apenas para se tornar referência no assunto dentro de uma plataforma.

Existem algumas receitas para aumentar os tão sonhados “views” de um determinado vídeo; aplicar hashtags, potencializar a edição ou utilizar recursos internos da rede social. Além desses fatores, explorar a dinâmica de uma língua em determinada região pode ser uma alavanca para atingir o viral.

Nesse aspecto, utilizar a língua inglesa para obter uma boa retenção de visualizações é uma abordagem desejável para o usuário de uma rede social. A abrangência do idioma anglosaxão é mundial. 

“Um vídeo em portugues atingirá apenas os países nos quais a língua portuguesa é predominante. Atualmente, apenas 10 países possuem a língua derivada do latim como própria. Já o inglês é o idioma oficial em mais de 35 nações. Consequentemente, o potencial de um conteúdo em inglês é maior do que em português”, comenta o CEO da Spreed.Ai, Diogo Guilhon.

Conteúdo de nicho x Conteúdo global

Dentre os criadores de conteúdo, há uma premissa de atingir diretamente o público-alvo a qual o conteúdo foi feito. A criação da “persona” faz o exato papel de enxergar o espectador final do vídeo. Se o influenciador fala sobre o mundo corporativo, logo ele deseja alcançar pessoas que debatem e se interessam pelo assunto; e assim é com qualquer nicho a ser explorado.

Um bom exemplo de intercâmbio de línguas em conteúdos digitais é do youtuber americano Mr.Beast; além de desenvolver conteúdos na sua língua nativa, o influencer oferta a seus seguidores globais vídeos em diversas línguas, dentre elas, o português. Uma estratégia para alcançar o mercado global e atingir mais views.

No entanto, em uma estratégia de expansão, a utilização da língua inglesa como idioma do conteúdo pode ser arma de crescimento de visualizações, abarcando não só o público nativo que se interessa, mas chegando a uma plateia global.

“O mundo é muito mais do que apenas o mercado brasileiro. Existem usuários da Spreed que estão focados apenas no Brasil como cenário, e já alcançam excelentes números em seus conteúdos; como existem utilizadores que alargaram as fronteiras e estão desenvolvendo vídeos em inglês e obtendo resultados astronomicos”, fomenta Guilhon.

Mercado internacional aquecido

Atualmente, a Spreed.Ai conta com operações no Brasil, EUA e Dubai, nos Emirados Árabes; dentro do escopo internacional da plataforma, já existem mais de 25 clientes ativos operando e viralizando vídeos em inglês, sendo eles clientes brasileiros que buscam uma abertura no mercado internacional, como também estrangeiros utilizando da plataforma brasileira para obterem excelentes resultados no tráfego orgânico.

Além do Brasil, diversos outros países buscam o desenvolvimento e expansão de conteúdos sem a necessidade de utilização do “ads”. Facilitando a dissipação da mensagem. 

“A propagação do idioma inglês como uma linguagem global tem impacto direto no desempenho viral de conteúdo nas redes sociais. A Spreed.Ai, com sua avançada inteligência artificial, realizou análises comparativas entre vídeos em inglês e português e revelou que o alcance potencial de uma publicação em inglês é significativamente maior. Esse fenômeno é impulsionado pela ampla cobertura geográfica do idioma”, finaliza o CEO.

Sobre Spreed.Ai

Desenvolvida para viralizar conteúdos para redes sociais, a Spreed.Ai conta atualmente com mais de 80 clientes ativos em todo o mundo, oferecendo acesso direto à inteligência artificial capaz de entregar vídeos com mais de um milhão de visualizações. https://www.spreed.ai/ 

Latest Posts

MAIS VISTAS

Pular para a barra de ferramentas