sábado, abril 20, 2024

Últimas Notícias

Hérnia de Disco: entenda o que é a doença que afeta famosos e confira 5 dicas para se prevenir contra ela

Doença afeta famosos, de Taís Araújo a Anitta e Péricles; entenda como ela é causada

A lista de famosos diagnosticados com hérnia de disco é extensa e abarca nomes como Anitta, Péricles, Rafa Kalimann e Wesley Safadão. Em janeiro deste ano, a atriz e apresentadora Taís Araújo entrou para o hall de astros que sofrem com a doença que atinge 80% da população mundial, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), e precisou ser internada às pressas. Com incidência mais comum do que se imagina, a hérnia de disco afeta pessoas de todas as idades, mas em especial àquelas cujas profissões exigem que se passe longos períodos em pé, como é o caso de atores e cantores.

No Brasil, a idade média dos pacientes diagnosticados com hérnia de disco é 30 anos, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Justamente nessa idade o influenciador Rico Melquiades, campeão da 13ª edição do reality show “A Fazenda”, recebeu o diagnóstico da doença, após sentir fortes dores, não conseguir levantar da cama e precisar usar fraldas.

Para falar sobre hérnia de disco é preciso entender um pouco sobre a anatomia da região. De acordo com o Dr. Ivo Zulian Neto, profissional da área de Ortopedia do AmorSaúde, a coluna é composta basicamente por uma parte óssea, que são as vértebras, e por algumas partes moles, que são os discos intervertebrais e os ligamentos, envoltas por musculatura.

“A coluna é responsável pela sustentação do tronco e confere proteção à medula espinhal, que está localizada imediatamente posterior ao corpo vertebral”, diz o médico, adicionando que a medula é responsável por transmitir as informações do cérebro ao resto do corpo e vice-versa.

Os discos intervertebrais têm o papel de amortecer o impacto entre as vértebras além de, junto com os ligamentos, permitir a flexibilidade do tronco. “Quando a coluna recebe uma sobrecarga por um longo período, o disco, que deve estar restrito ao tamanho da vértebra, ultrapassa esse limite, tornando-se abaulado, protuso, extruso e, quando sua membrana se rompe e seu conteúdo extravasa para a medula espinhal, temos a hérnia de disco”, explica o médico da maior rede de clínicas médico-odontológicas do Brasil.

O que causa a hérnia de disco?

Questões hereditárias, envelhecimento, obesidade e hábitos não saudáveis, a exemplo de tabagismo e falta de atividade física, são fatores de risco para a hérnia de disco. “Apesar do sobrepeso e da obesidade serem fatores de risco reconhecidos, a hérnia de disco não é uma doença exclusiva desses indivíduos. Pacientes magros também podem apresentar hérnia, geralmente associada à fraqueza muscular”, aponta o Dr. Ivo.

Tratamento para cada fase da doença

O tratamento pode ser dividido de acordo com a fase da doença. Nos casos agudos, onde há uma crises de dor, o tratamento é baseado em medicamentos anti-inflamatórios e analgésicos, associados à termoterapia (compressa morna) e repouso. Passada a fase aguda, é importante o seguimento com ortopedista de confiança. Ele solicitará exames complementares para determinar o grau do problema e prescrever o tratamento de longo prazo.

“Geralmente o tratamento é conservador, ou seja, não operatório, baseado em fisioterapia, perda ponderal, fortalecimento muscular. É uma mudança obrigatória do estilo de vida para o paciente que deseja melhorar”, diz o médico, ressaltando que o tratamento cirúrgico é reservado para os casos em que não há melhora com o tratamento conservador ou casos em que a hérnia pode causar uma lesão neurológica irreversível.

Os pacientes que não realizam o tratamento estão sujeitos à piora progressiva do quadro, podendo desenvolver dores intensas de difícil tratamento até sequelas neurológicas como paraplegia ou perda da capacidade de controlar a urina e as fezes. “Não existe um medicamento que, por si só, cure a hérnia de disco. Geralmente eles desempenham um papel importante nos sintomas, mas não mudam o curso da doença”, afirma o profissional.

Dicas para prevenir a hérnia de disco

De acordo com o Dr. Ivo, evitar a sobrecarga na coluna é a maneira mais eficiente de se prevenir contra a hérnia. Por isso, a prevenção se baseia em duas frentes: evitar o sobrepeso e a obesidade, e fortalecer a musculatura. “A coluna sustenta o peso do tronco, assim quanto mais leve este for, menos esforço a coluna precisará fazer. Já a musculatura, quando adequadamente fortalecida, divide com a coluna a função da sustentação do tronco, aliviando também a sobrecarga”, explica.

A seguir, confira cinco dicas dadas pelo profissional de ortopedia que podem contribuir para a prevenção da hérnia de disco.

1 – Manter uma alimentação saudável, uma vez que desempenha um papel fundamental na prevenção da obesidade. Além de promover um peso saudável, uma alimentação equilibrada fornece os nutrientes necessários e apoia a saúde metabólica e cardiovascular.

2 – Hidratar-se adequadamente, principalmente por conta da influência na saúde dos discos intervertebrais e na flexibilidade da coluna vertebral.

3 – Praticar exercícios físicos de baixo e médio impacto regularmente, com destaque para a musculação com fortalecimento da musculatura paravertebral, cintura escapular (ao redor do ombro) e cintura pélvica. 

4 – Evitar exercícios de alto impacto, principalmente se não possuir musculatura compatível, por conta do estresse adicional que impacta a coluna vertebral, havendo risco de lesões adicionais e agravamento da inflamação.

5 – Ficar atento aos sinais de alerta, como dor na coluna frequente ou constante, que pode irradiar para os braços ou pernas, e procurar ajuda médica.

Latest Posts

MAIS VISTAS

Pular para a barra de ferramentas