sábado, abril 20, 2024

Últimas Notícias

Dia da Pipoca: conheça 5 curiosidades sobre a pipoca de micro-ondas

Marca líder na categoria, Yoki mostra curiosidades sobre a origem do produto e mercado brasileiro

Nesta segunda-feira, 11 de março, é comemorado no Brasil o Dia da Pipoca. Seja no lanche da tarde para saciar a fome ou naquele momento relax da noite para assistir a um filme ou uma série, o alimento é versátil, saboroso e, na sua versão micro-ondas, é ainda mais prático. Mas você conhece a origem deste produto? Sabe o porquê dos grãos estourarem em tão pouco tempo?

Com todo o seu reconhecimento e liderança neste segmento, a Yoki, marca da General Mills com mais de 30 anos de existência no Brasil, elencou 5 curiosidades sobre a pipoca de micro-ondas. Então, pegue sua embalagem, corra para o micro-ondas e descubra, em até 3 minutos (o tempo médio de preparo da pipoca Yoki), o que torna esse lanche tão especial!

1. O surgimento do micro-ondas teve relação com o milho da pipoca

Nos anos 40, o engenheiro estadunidense Percy Spencer, trabalhando próximo a uma máquina de magnetron, notou que a barra de chocolate que ele guardava no bolso quase derreteu devido às ondas de calor emitidas pela máquina. Intrigado, colocou grãos de milho sob o local, observando-os se transformarem em pipocas em segundos. Esse evento casual desencadeou uma série de experimentos que levaram à invenção do micro-ondas. No Brasil, essa tecnologia chegou apenas nos anos 90. A Yoki, posteriormente, introduziu no mercado brasileiro as pipocas para micro-ondas, tornando-se líder nesse mercado com variedade de sabores e tamanhos.

2. Há um lado certo para estourar

Dentro da embalagem de pipoca, há uma parte chamada susceptor, responsável por refletir e distribuir o calor do micro-ondas. Colocar o saco com o lado errado para baixo pode resultar em estouros desiguais ou demorados. A Yoki recomenda um tempo médio de 3 minutos, a depender da potência de cada micro-ondas.

3. Água é o segredo do estouro

A pipoca estoura porque há uma pequena quantidade de água dentro do grão de milho, protegida por uma casca dura. Quando aquecida, essa água vira vapor, expandindo os grãos e transformando-os em pipoca. A qualidade do milho também influencia neste estouro, como é o caso dos grãos premium das pipocas Yoki, por meio de sementes altamente produtivas. É a magia acontecendo dentro do micro-ondas!

4. Brasil, o país da pipoca

O Brasil é um dos principais exportadores de milho do mundo, e a Yoki é a líder absoluta em pipoca de micro-ondas no país, sendo o segundo maior mercado consumidor do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. Com uma variedade de sabores e tamanhos no portfólio, a marca oferece opções para todos os gostos e ocasiões: manteiga, manteiga de cinema, pipoca sachê de manteiga, natural, natural com sal, toque de chef, bacon, caramelo e chocolate, além das inovações dos lançamentos sazonais com frequência.

5. Nem todo milho é igual: o de pipoca é especial 

Diferente do milho comum, o de pipoca tem mais amido duro em seu endosperma, o que permite o estouro. A umidade também desempenha um papel crucial, com o nível ideal entre 12% e 16%. É uma combinação perfeita de ingredientes para garantir aquela explosão de sabor a cada mordida!

Outra característica distintiva é a exclusividade dos grãos. Com a pipoca Yoki, por exemplo, a marca tem um compromisso ambiental por meio da agricultura regenerativa. Essa prática proporciona aos agricultores brasileiros acesso a sementes altamente produtivas, garantindo a qualidade dos grãos de milho utilizados. A meticulosa seleção de sementes com alto rendimento e resistência a pragas é parte integrante desta abordagem.

É hora de celebrar o Dia da Pipoca com estilo e sabor! Para mais informações, receitas deliciosas e novidades, visite o site da Yoki ou siga  @yoki.brasil no Instagram.

Latest Posts

MAIS VISTAS

Pular para a barra de ferramentas