sexta-feira, 19 agosto, 2022

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Qual é o papel do sindicato dos metalúrgicos no Brasil?

Trabalho em metalurgia é algo muito antigo e muito comum no Brasil, esse setor emprega pessoas a décadas, e só tem avançado ainda mais na tecnologia e segurança ao longo dos anos.

Porém, nem sempre o trabalho na ala metalúrgica teve muito a ver com segurança. Pelo contrário, trabalhar nessa área durante muito tempo foi sinônimo de perigo, com muitas pessoas tendo familiares ou conhecidos que já sofreram acidentes de todos os tipos. 

E talvez uma das figuras mais conhecidas a passar por esse tipo de situação tenha sido o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que perdeu um dos dedos em um acidente envolvendo seu trabalho como metalúrgico.

Isso é algo bem comum, e existem vários tipos de riscos que envolvem esse trabalho, tais quais calor excessivo, fumaça e produtos químicos.

Mas como dissemos, o que temos hoje está bem melhor do que já tivemos antes, e parte do que motivou essa melhora no setor, foram os protestos a favor de melhores condições de trabalho, e muito disso podemos atribuir ao trabalho feito pelo sindicato dos metalúrgicos.

Sindicatos em geral são fundamentais para garantir condições humanas e direitos básicos dos trabalhadores, e se tem um setor de trabalho que viu como necessário essa luta existir, esse setor é o da metalurgia. 

É como ver pessoas que não tem conhecimento da importância dos sindicatos na história da luta pelos direitos trabalhistas no Brasil. E não estamos falando apenas do papel feito na área da metalurgia, mas em um âmbito geral mesmo, ajudando a trazer maior segurança e dignidade aos trabalhadores, e fazendo com que o direito deles se cumprisse

E hoje vamos falar sobre esse assunto, trazendo para vocês o papel do sindicato dos metalúrgicos no Brasil.

Veja Também  Cyber Security Summit Brasil reunirá grandes mentes da Cibersegurança do Brasil e do mundo

A importância do sindicato

Como dissemos antes, trabalhar na área da metalurgia nunca foi tarefa fácil. Em épocas passadas, era muito comum que as pessoas aceitassem empregos na área pensando apenas na parte financeira, mas completamente cientes de todos os riscos que existiam ali. Nem sempre os patrões se preocupavam com as condições de trabalho de seus funcionários.

Para alguns até, trazer mais segurança à área de trabalho significava somente criar mais gastos, e como os trabalhadores não tinham voz, tudo o que elas podiam fazer era abaixar a cabeça, escolher entre não trabalhar e consequentemente não ter o que comer, ou se submeter a aquelas condições.

Quem tem qualquer experiência em trabalho com indústrias, sabe que processos como o de usinagem ou de caldeiraria, da forma que eram feitos antigamente sem tanta tecnologia, eram bem perigosos, e acidentes eram uma realidade comum nesses ambientes.

Embora os sindicatos sejam extremamente importantes em todas as áreas de todos os empregos, é claro que existem aqueles que vão precisar mais do auxílio dele, principalmente aqueles de mais periculosidade ou aqueles onde existe uma exploração maior dos trabalhadores de forma indevida.

Trabalhos que possuem mais pessoas pobres por exemplo, têm um risco maior de ter empresas tentando explorar a mão de obra de forma ilegal, e isso de diversas maneiras.

É muito comum ver empresas que:

  • Colocam uma jornada de trabalho estendida, muito além do permitido por lei
  • Não criam qualquer tipo de vínculo empregatício com o funcionário, fazendo com que ele não tenha direito a nada caso alguma coisa aconteça
  • Não garantem um ambiente de trabalho seguro, fazendo com que acidentes sejam mais constantes
  • Não pagam uma base salarial justa, com casos onde a pessoa recebia comida em troca de salário, o que é quase uma situação análogo a escravidão
  • Não dão condições mínimas de trabalho a essas pessoas, às vezes exigindo de forma legal que elas durmam no trabalho e até pagando pelo lugar de dormir
Veja Também  Site one page: 9 motivos para sua empresa ter um

A atuação do sindicato

Por conta de tudo isso, podemos afirmar que a atuação dos sindicatos, principalmente o metalúrgico, ajudou muito a fazer com que o trabalho se tornasse mais humano acima de tudo. 

É fácil pensar que o trabalho de um sindicato, levando em consideração tudo o que falamos aqui, tem ligação maior com segurança, mas, na verdade, é bem mais complexo do que isso.

O trabalho do sindicato é garantir que o trabalho se torne mais humano, mais digno, isso porque todas as lutas por direitos dos trabalhadores são baseadas em trazer mais humanidade ao trato com o trabalhador.

O que acontece, é que o trabalho é o momento onde as pessoas são mais desumanizadas do que nunca, é lá que muitas vezes as pessoas são tratadas como objetos, como parte da linha de produção, principalmente em uma área como a metalúrgica, onde você historicamente sempre teve trabalhadores humildes.

Em resumo, o papel do sindicato na metalurgia foi garantir que os trabalhadores tivessem tudo necessário para serem vistos não como um produto ou parte de uma linha de produção, mas sim como a parte humana de um trabalho digno e tão importante para o desenvolvimento da indústria.

Comentários

Latest Posts

MAIS VISTAS

COMO VOCÊ GASTA O SEU TEMPO?

Assine a newsletter do PORTAL !YOBA e receba conteúdo exclusivo para seu dia.

%d blogueiros gostam disto: