quinta-feira, 18 agosto, 2022

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O que é urbanismo tático?

Pinturas em muros que mais parecem uma exposição ao ar livre. A plantação de árvores de fácil manutenção e que melhoram a circulação de ar.

uso de uma arquitetura inclusiva, que não impeça o descanso de pessoas menos favorecidas.

Ruas que permitem a circulação de ciclistas e motoristas de maneira respeitosa. Tudo isso pode parecer utópico, mas pode ser vista facilmente por cidades mundo afora.

não um termo muito conhecido, o urbanismo tático é cada vez mais importante para uma mobilidade urbana saudável.

Ao trazer a população para o centro das decisões, a cidade se torna reflexo dela.

Veja é possível implementá-lo:

Como o urbanismo tático funciona

Urbanismo tático é uma espécie de “filha” da filosofia por trás do direito à cidade — expressão cunhada pelo filósofo e sociólogo francês Henri Lefebvre que diz respeito ao direito coletivo de desfrutar e ao compromisso de cuidar desse espaço.

Nesse contexto, arquitetos, designers, engenheiros, urbanistas e coletivos ativistas propõem intervenções pontuais no espaço urbano pensando no bem-estar coletivo e no baixo custo de manutenção.

Embora profissionais estejam por trás do movimento, ele é, na verdade, um convite à população a retomar o espaço público para si.

A sociedade civil, em comunhão ou não com empresas públicas/privadas, coloca em prática ou avalia intervenções alternativas às práticas urbanas tradicionais.

Portanto, não existe urbanismo tático sem a participação popular.

É comum que o urbanismo tático seja chamado por outros termos, como “urbanismo faça-você-mesmo”, “urbanismo de guerrilha” e “acupuntura urbana”.

Do regional para o global

Como visto, o urbanismo tático parte de ações pequenas e, aparentemente, comuns. A revitalização de lixeiras, por exemplo, é uma ação feita por coletivos de grafite que transformam recipientes destruídos em pontos de exposição de pinturas.

Veja Também  Como combater o estresse nos altos cargos?

Contudo, essas manifestações regionais visam uma “contaminação global” de mudança de comportamento e de visão de mundo a longo prazo.

Além disso, uma arquitetura mais sustentável também entra como parte do urbanismo tático, já que se entende que a integração com a natureza é essencial para a existência de uma cidade.

Ideias coletivas

Todo o trabalho de urbanismo tático exige a participação pública, seja para sua idealização, seja para sua implementação.

Isso porque a ideia é que a cidade seja aproveitada em conjunto — e isso só é possível quando seus projetos são feitos para e pelo coletivo.

Outro fator importante é que o urbanismo tático não substitui o planejamento urbano, que deve ser posto em prática pelo poder público e por meio de profissionais capacitados.

No entanto, a estratégia “transforma” esse projeto em algo que tenha a cara do cidadão.

Conheça algumas ideias de urbanismo tático:

Arte de rua

O grafite feito em muros, painéis, asfalto, postes e até nas lixeiras muitas vezes vem com o intuito de tirar o “cinza” das grandes cidades, transformando o espaço público em um grande museu.

A expressão artística pode servir para trazer beleza, crítica social, protesto ou até para sinalizar um local específico.

Espaço para pedestres

O urbanismo tático pode parecer algo para pequenas cidades, mas grandes centros já mostraram que é possível ter uma cidade mais acolhedora e sustentável.

Em 2009, a cidade de Nova York começou a dar os primeiros passos para aumentar o espaço dos pedestres na Times Square.

No início, foram usadas cadeiras de praia durante três dias para formar uma praça temporária. Já nos dois anos seguintes, o espaço foi remodelado usando materiais temporários até 2012, quando foram feitos os estudos e ajustes para entender o impacto desse novo espaçamento no local.

Veja Também  Vida longa e próspera - a importância da vacina

O projeto final foi implementado em 2014.

Estruturas sustentáveis

O uso de materiais que tragam o menor impacto possível é fundamental para o cuidado com o meio ambiente — mesmo que “meio ambiente” se refira a um espaço urbano. Usados de maneira inteligente e com tecnologia, os materiais recicláveis conseguem substituir plenamente os tradicionais sem afetar a qualidade das estruturas ou a beleza do local.

Comentários

Latest Posts

MAIS VISTAS

COMO VOCÊ GASTA O SEU TEMPO?

Assine a newsletter do PORTAL !YOBA e receba conteúdo exclusivo para seu dia.

%d blogueiros gostam disto: