- Publicidade -

A “Capital da Cultura” receberá 24 horas de atrações simultâneas, em diversos pontos da cidade e aposta em variedade de estilos para conquistar público

As 24 horas entre os dias 30 de novembro e 1° de serão marcadas por apresentações musicais, espetáculos teatrais e circenses, feiras de artes plásticas, festas ao ar livre, mostras de e outras atrações em mais de 15 espaços culturais de São José dos Campos. A  conta com atrações como , , Rael, Karina Buhr, João Donato, Bixiga 70, 509E, Nervosa, Dudu Lima Trio convida Stanley Jordan e o fenômeno infantil Mundo Bita.

A Virada SP é uma realização da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio do programa Juntos Pela Cultura, com execução da organização social Amigos da Arte, e da Prefeitura de São José dos Campos, por meio da Fundação Ricardo.

O festival cultural acontece em mais de 15 espaços culturais, entre parques, museus, teatros, casas de cultura e mercado, serão embalados simultaneamente por sons de rock, samba, jazz, blues, MPB, rap e infantil. Os espaços que vão receber as atrações da Virada SP são os parques da Cidade e Vicentina Aranha, Fundação Cassiano Ricardo, Deck de Anchieta, Centro da Juventude, Praça Afonso Pena, Ruas do Centro, Igreja São Benedito, Municipal, Museu Municipal, Benedito Alves, Mercado Municipal, Museu de Arte Sacra, Cine Santana, Centro Cultural Flávio Craveiro e Casa de Cultura  Eugênia da Silva.

“Diferentemente da simultaneidade habitual, realizaremos a Virada SP em uma cidade de cada vez, na data que melhor convém ao município, de modo a possibilitar um cuidado especial com cada ação. Nossa ideia é promover eventos concebidos especialmente para cada cidade, em locais e ações diversas, com o intuito de receber as diferentes tribos, as diversas faixas etárias e sociais, para agradar ao público em suas variadas preferências”, explica Danielle Nigromonte, diretora executiva da Amigos da Arte. Além de São José dos Campos, outros três municípios, com menos de 150 mil habitantes, foram selecionados para receber a Virada.

Capital cultural

Neste ano, São José dos Campos recebeu do Governo do Estado a chancela de capital cultural. O reconhecimento é resultado dos investimentos da Prefeitura de São José dos Campos e da Fundação Cultural Cassiano Ricardo, com uma política sólida nas áreas de formação, difusão e fomento.  

Veja Também  CAIXA CULTURAL SÃO PAULO PROMOVE CURSO GRATUITO SOBRE HISTÓRIA DA ARTE POR MEIO DE SUAS EXPOSIÇÕES

Em apenas dois anos, a cidade ampliou o valor do Fundo Municipal de Cultura de R$ 400 mil para R$ 1,5 milhão anuais e realizou 540 oficinas de formação artística, disponibilizando 8 mil vagas nas 10 casas de cultura e 2 museus, entre outras ações.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA

PALCO  
PARQUE DA CIDADE (Av. Olivo Gomes, 100 – Santana)

18h – Bixiga 70
20h30 – Academia da Berlinda
23h – Nação Zumbi
1h30 – Suga Roy + Conrad Crystal + The Fireball Crew Zareb (Jamaica) 
4h – Karina Buhr
7h30 – Mawaca
10h30 – Chandra Lacombe
13h – Melim
15h30 – Rael
18h – Paulinho da Viola 

PALCO ARQUIVO
FUNDAÇÃO CASSIANO RICARDO (Av. Olivo Gomes, 100 – Santana)

19h30 – Guizado
22h – Felipe Cordeiro
0h30 – Marina Peralta
3h – Max BO
5h30 – Coletivo Estoril
9h – Marcus Santurys + Emílio Martins + Sangha Indian Groove
12h – Elsz (Australia)
14h30 – Curumim canta Stevie Wonder
17h – Ceumar

FESTAS

Ateliê de Artes Visuais Johann Gütlich  

2h – Discopédia

Galpão Altino Bondensan

0h01 – Baile da Bonita

DECK de ANCHIETA 

(Avenida Anchieta, 671, Jardim Nova América)  

16h- Mundo Pensante no deck

PARQUE VICENTINA ARANHA
(Eng. Prudente Meireles de Morais, 302 – Vila Adyana)

9h30 – Cia Piafraus (cortejo)
10h30 – Mundo Bita
13h – The Central Scrutinizer Band
15h – Karnak – Show de 27 anos
17h10 – Companhia Jovem de Dança de São José dos Campos

PRAÇA AFONSO PENA  
Centro

12h/19h30/23h30/2h30 – Sax in the Beats
20h/1h – Cumbia Calavera (cortejo)
22h – Charanga do França (cortejo)
16h – Nervosa
18h – Attomica

Igreja São Benedito
(Praça Afonso Pena, 267 – Centro)     
19h às 6h – Projeção mapeada

Teatro Municipal         
(Rubião Júnior, 84. 3º piso – Centro)         

18h – Dudu Lima Trio convida Stanley Jordan (EUA)
21h – João Donato
0h01 – Coro Jovem de São José dos Campos
3h –  

Veja Também  Cassiano elabora cardápio especial para o Dia dos Namorados

Museu Municipal
(Praça Afonso Pena, 29 – Centro) 

Abertura da exposição Retrato-te Retrato-me 

18h30 – Eudóxia de Barros
20h30 – A Sobrancelha é o Bigode do Olho – Uma conferência do Barão de Itararé
22h30 – Yzalú
0h30 – Cida Moreira canta Tom Waits

Cine Teatro Benedito Alves

(R. Rui Dória, 935 – Centro)    

19h – Chico e Vinicius para Crianças, com Carlos Navas 
22h – Wandi Doradiotto Solo – Vamos Rindo Música e Prosa
1h – Black Mirror Brasil
4h – Facada na Caveira
15h – Sollo Duo
17h – Lud Mazzucatti

Museu Arte Sacra / Mercado Municipal                                                 
(Travessa Chico Luiz, 67 – Centro) 

11h – Banda Estrambelhados de São Luiz do Paraitinga (cortejo)

Cine Santana
(Av. Rui Barbosa, 2005 – Santana) 

0h – Clementina
Ana Rieper, Brasil, 2018, 78 minutos
A vida e a carreira de Clementina de Jesus, um dos nomes mais importantes da cultura popular brasileira. 

2h – Waiting for B
Abigail Spindel e PC Toledo, Brasil, 2016, 71 minutos
A histórias dos fans de Beyoncé que acamparam durante meses na porta do Estádio do Morumbi para esperar seu show.  

4h – Time Will Burn
Marko Panayotis e Otávio Sousa, Brasil, 2016, 80 minutos
A cena das bandas “indie” nos anos 1990 e a trajetória de bandas como Pin-Ups, Killing Chainsaw, Second Come, entre outras.

6h – Jards Macalé: Um morcego na porta principal
Marco Abujamra e João Pimentel, Brasil, 2008, 71 minutos
Um retrato íntimo de um dos artistas mais polêmicos e brilhantes do Brasil. 

8h – Ultraje
Marc Dourdin, Brasil, 2018, 92 minutos
A trajetória da banda Ultraje a Rigor, ícone do rock dos anos 1980. 

10h – Vou Rifar meu Coração
Ana Rieper, Brasil, 2012, 78 minutos
Um passeio pelo país para conhecer quem faz e quem ouve música romântica no Brasil

12h – Filhos de João, O Admirável Mundo Novo Baiano
Henrique Dantas, Brasil, 2009, 76 minutos
A influência de João Gilberto na vida e obra dos Novos Baianos

14h – Lira Paulistana e a Vanguarda Paulista
Riba de Castro, Brasil, 2012, 97 minutos
A história do teatro Lira Paulistana que nos anos 1980 acolheu artistas como Itamar Assumpção, Premê, Ira!, Arrigo Barnabé, entre muitos outros.

Veja Também  Filmes, séries e documentários que estreiam na Netflix em dezembro de 2019

16h – Fevereiros
Marcio Debellian, Brasil, 2018, 75 minutos
A relação de Maria Bethânia e o carnaval, seja em sua cidade natal seja como homenageada pela Mangueira.

Centro da Juventude
(R. Aurora Pinto da Cunha, 131 – Jardim América  

15h – 509-E
17h  – Síntese

Casa de Cultura Flávio Craveiro                
(Av. Lenin, 200 – Dom Pedro I)

11h – A Sanfonástica Mulher Lona
12h – Bonecos Urbanos – Só Sonho Samba

 Centro Cultural Eugênia da Silva                                             

(R. dos Carteiros, 110 – Novo Horizonte)        
11h – Chalana de Prata

Praça Cônego Manzi (São Francisco Xavier)
20h – Diunna Greenleaf (EUA)

 ESPAÇOS ALTERNATIVOS

Centro de Artes Cênicas Walmor Chagas
Teatro D’Aldeia
Teatro da Rua Eliza
Escola Teatro Sérgio Mamberti
Galpão Estação Cidadania
Escola Metamorfose

Sobre a Amigos da Arte

A Amigos da Arte é uma Organização Social (OS) de Cultura que trabalha em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada desde 2004. Música, literatura, dança, teatro, circo e atividades de artes integradas fazem parte da atuação da OS, que tem como objetivo difundir a produção cultural por meio de festivais, programas continuados e da gestão de equipamentos culturais públicos como o Teatro Sérgio Cardoso e o Museu da Diversidade Sexual, ambos na capital de São Paulo, e o Teatro Estadual de Araras. 

Saiba mais em: amigosdaarte.org.br

Conheça também as redes sociais da Amigos da Arte:


Instagram: instagram.com/amigosdaartesp

Facebook: facebook.com/amigosdaartesp


Twitter: twitter.com/amigosdaartesp

- Publicidade -

Deixe uma resposta