sexta-feira, 19 agosto, 2022

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Em Pantanal, Velho do Rio choca Juma com revelação sobre gravidez: ‘Mãe vai voltar’

O Velho do Rio (Osmar Prado) armará um “chá revelação” para Juma (Alanis Guillen) em Pantanal. Sem fumaça colorida, ele simplesmente soltará que o bebê de Juma (Alanis Guillen) é uma “oncinha”. A revelação fará com que a protagonista acredite estar carregando a alma de Maria Marruá (Juliana Paes) na novela das nove da Globo. “Mãe vai voltar?”, questionará ela. A mulher de Gil (Enrique Diaz), de fato, estará procurando um corpo para se fixar. A onça na qual ela havia encantado morrerá nos próximos capítulos do folhetim de Bruno Luperi. Juma encontrará o corpo do bicho e, desolada, chorará a morte dele. Quando encontrar com o homem-sucuri, ela o encherá de perguntas sobre o destino da posseira.

Cheio de enigmas, o avô de Jove (Jesuita Barbosa) desviará do assunto. Ele, então, mencionará o bebê que a jovem carrega. “Vai sê menina a sua fiota”, dirá ele, sem mais nem menos. “Ara… Não me diga uma coisa dessas!”, se surpreenderá a marrenta. “Minina-muié. Pode contar”, insistirá o Velho do Rio, com a mesma convicção de um médico fazendo exame de ultrassom.

Mas a alegria da mocinha vai durar pouco tempo. Ela logo lembrará da mãe e pressionará o amigo para saber se a onça que foi morta ainda tinha o espírito de Maria Marruá. “Não, Juma, não era, não. Quando mataram a pintada, a tua mãe não estava mais nela”, salientará a entidade. “Não?”, insistirá Juma, esperançosa. “Não. Mataram só a pobre da onça”, reforçará o ancião. Ainda confusa, a mulher de Jove questionará qual o paradeiro de sua mãe. O idoso responderá que, para certas perguntas, não existem respostas. Mas soltará uma constatação que dará indícios do destino de Maria Marruá.

Veja Também  Solange Almeida lança novo single "Cozido da Patroa", da trilha sonora da novela "Segundo Sol"

“Você cuide bem dessa oncinha que você está trazendo na sua barriga. Inté, Juma. Você vai parir ela na beira d’água. Que nem tua mãe pariu você, Juma Marruá. Não se esqueça disso”, avisará ele. O rumo da “prosa” fará com que a reflexiva, tire suas próprias conclusões. “Uma oncinha… Ara… Será que a mãe vai para mim? Será?”, se perguntará..

Comentários

Latest Posts

MAIS VISTAS

COMO VOCÊ GASTA O SEU TEMPO?

Assine a newsletter do PORTAL !YOBA e receba conteúdo exclusivo para seu dia.

%d blogueiros gostam disto: