quarta-feira, 23 setembro, 2020

Setembro Amarelo Contra A Suprema Dor Da Alma: O...

"Na Verdade, A Pessoa Quer Matar A Dor Que Está Dentro Dela, E Não Necessariamente A Vida"- Diz Psiquiatra e Psicoterapeuta...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Influencer Janinne Jasem, vem se destacando com lifestyle e seu amor por moda e viagens

Formada em Direito pela UniEVANGÉLICA - Centro Universitário de Anápolis, a modelo e digital Influencer, Janinne Jasem, de 26 anos, é Goiana...

Elias Maluco é encontrado morto em presídio no Paraná

O traficante ficou conhecido por matar o jornalista Tim Lopes em 2002 e estava cumprindo pena na penitenciária de segurança máxima...

Projeto que altera trechos do CTB é aprovado na Câmara

Agora, o projeto, que sofreu algumas mudanças ao passar pelo Congresso, vai para a sanção do presidente Jair Bolsonaro

TSE vai testar sistema de votação pelo celular nas eleições deste ano

O TSE abriu chamamento para empresas que estejam interessadas em apresentar modelos virtuais que permitam as votações pela internet

e , até que surja o novo

Fernanda Zacharewicz[i]

Fernanda Zacharewicz

Ano passado, pediram que eu escrevesse sobre prevenção ao suicídio. Agora chegou setembro, e desta vez fui eu quem decidiu escrever. O tema é o mesmo, mas há algo novo que surge a cada vez que nos debruçamos sobre ele. 

Há dois anos, recebi um manual norte-americano de cuidados de saúde mental para adultos que cuidam de jovens. Avessa a manuais, revirei os olhos, mas abri a publicação, coloridíssima, em papel couche, com todo o jeito de livro didático de curso de inglês. Tenho um vício, caiu na minha mão, vai ser lido. Entre as diversas sugestões de passos a seguir, uma ideia se repetia ao longo dos capítulos e me capturou: “Escute sem julgar”.

Simples, né? Tão simples que é complicadíssimo. Já começa com a exigência de duas ações: ouvir e não julgar. Detenhamo-nos, em um primeiro momento, no primeiro verbo, conjugado no imperativo: “Escute”. Somos capazes de ouvir o outro? Esses dias assisti ao filme O primeiro mentiroso, disponível na principal plataforma de streaming. A história acontece em um mundo em que não se conhecia a mentira, todos falavam a verdade. As cenas que interessam neste artigo são as do encontro, no elevador, do personagem principal com seu vizinho. Mais de uma vez ele responde à pergunta banal “Como vai?” relatando sua tentativa de suicídio. O elevador chega ao andar específico e cada um segue seu caminho.

Veja Também  BP Mirante sedia cirurgia robótica para retirada de tumor de coluna, inédita no Brasil

Escutar o sofrimento humano implica um segundo compromisso: encaminhar o que foi escutado. Isso difere da segunda ação proposta no manual, “sem julgar”? Não, o adequado encaminhamento da escuta do sofrimento humano só se dá se os julgamentos daquele que ouve forem suspensos.

Veja Também  Otosclerose na gestação pode gerar consequências às futuras mães

Suspender o julgamento vai muito além do despir-se de preconceitos. O sofrimento humano não foi inventado ontem, ele acompanha a humanidade desde seu início. São inúmeras as histórias de amores não correspondidos, de existências solitárias, de falências, de culpa, de diagnósticos médicos terríveis, de situações de abuso e violência as mais diversas. Suspender o julgamento inicia-se por ser capaz de escutar a intensidade do afeto daquele que fala, ainda que por meio de profundo silêncio, e legitimar essa dor.

A história que escutamos não é a repetição do drama humano. Ainda que o enredo se repita, é única a dor que suspende a existência, localizando essa última em um umbral, na suspensão entre a possibilidade de vida e de seu término. Aqui é o ponto em que aquele que escuta faz a aposta.

A aposta na fala. Fale-me mais sobre isso, fale mais sobre o que te faz sofrer, fale-me mil vezes, a cada vez fale-me da mesma coisa, até que nos deslizes das repetições possamos perceber algo novo que emerge do discurso, que te afeta e te faz mudar de posição subjetiva. Na própria disposição em escutar a repetição, está o não julgar. O tempo empregado no processo é um tempo sem ponteiros, no qual as horas podem passar num instante ou os segundos se alongarem interminavelmente. É um tempo sem conta, é um tempo fora do tempo pelo qual todos se pautam, é um tempo que não se julga, não se conta em minutos, é um tempo lógico. Temos, assim, os dois elementos que compõem o que podemos oferecer àquele que sofre: a escuta e o tempo nos quais qualquer juízo está suspenso. É somente desse processo que poderá advir o novo.

Veja Também  Especialista aponta 8 hábitos para aumentar a sua imunidade
Veja Também  Dentistas mineiros criam método que resolve problemas dentários em apenas uma consulta e próteses em 1h durante a quarentena

Que em setembro de 2021 eu possa voltar a repetir esse tema, para que nunca esqueçamos a importância da escuta e da acolhida do sofrimento humano, até que, para cada um que sofre, surja o novo.

[i] Psicanalista, doutora em Psicologia Social pela PUC/SP e editora da Aller Editora.

Latest Posts

Influencer Janinne Jasem, vem se destacando com lifestyle e seu amor por moda e viagens

Formada em Direito pela UniEVANGÉLICA - Centro Universitário de Anápolis, a modelo e digital Influencer, Janinne Jasem, de 26 anos, é Goiana...
Veja Também  Especialista aconselha: Mostre o seu melhor sorriso para uma vida e saúde melhores

Elias Maluco é encontrado morto em presídio no Paraná

O traficante ficou conhecido por matar o jornalista Tim Lopes em 2002 e estava cumprindo pena na penitenciária de segurança máxima...

Projeto que altera trechos do CTB é aprovado na Câmara

Agora, o projeto, que sofreu algumas mudanças ao passar pelo Congresso, vai para a sanção do presidente Jair Bolsonaro

TSE vai testar sistema de votação pelo celular nas eleições deste ano

O TSE abriu chamamento para empresas que estejam interessadas em apresentar modelos virtuais que permitam as votações pela internet

MAIS VISTAS

Zé Neto se pronuncia após foto apagada no Instagram: “Agora, só de rosto”

Em entrevista à coluna, Zé Neto falou da perplexidade ao ver a reação das fotos e disse que sunga não aparece...

Luisa Sonza tem nude postado em rede social e desabafa: VEJA FOTO!

A cantora Luisa Sonza, casada com o humorista Whindersson Nunes, foi alvo de um ataque em sua rede social, na manhã deste domingo (03). O invasor...

Perlla tem nudes vazados, e imagens se espalham por grupos de WhatsApp

Perlla tem crescido muito no Bigo Live, onde é seguida por mais de 260 mil pessoas. Na rede, é possível ganhar...

Zé Neto, dupla Cristiano, e Natália Toscano fazem ensaio pré-wedding

Sertanejo e esposa vão casar no religioso em novembro “E como não se apaixonar por você todos os...

Fernando, da dupla com Sorocaba, sofre acidente na Rodovia dos Bandeirantes

Fernando, da dupla com Sorocaba, sofreu um acidente na Rodovia dos Bandeirantes na manhã desta terça-feira (22). O sertanejo foi hospitalizado em um...

COMO VOCÊ GASTA O SEU TEMPO?

Assine a newsletter do PORTAL !YOBA e receba conteúdo exclusivo para seu dia.