sexta-feira, junho 14, 2024

Últimas Notícias

Conheça a história da primeira beata negra do Brasil

No dia 14 de junho, a Igreja católica celebra a festa litúrgica da Beata Nhá Chica, a primeira Bem-Aventurada negra do Brasil.

Francisca de Paula de Jesus nasceu em São João Del Rei (MG). Ficando órfã de mãe aos dez anos, cresceu em sabedoria e graça, tendo consigo um dos poucos pertences da família, uma imagem de Nossa Senhora da Conceição.

Dedicando-se integralmente à vivência do Evangelho, Nhá Chica não se casou e nem se tornou religiosa, mas soube viver a caridade, cuidando, sobretudo, dos mais pobres e vulneráveis.

Mesmo não sendo alfabetizada, buscava aprofundar-se na Palavra de Deus pedindo que outras pessoas lessem a Bíblia para ela.

Todas as sextas-feiras, em memória a Paixão do Senhor, intensificava suas orações. A Beata tinha uma profunda veneração à Virgem da Conceição, por isso, compôs uma novena e construiu, ao lado de sua casa, uma pequena capela em homenagem a ela.

Nhá Chica faleceu no dia 14 de junho de 1895, aos 87 anos. Segundo relatos, durante os quatro dias de seu velório, os presentes sentiram exalar de seu corpo um perfume de rosas. A mesma essência foi percebida durante a exumação dos seus restos mortais em virtude do processo de beatificação.

A PAULUS Editora possui em seu catálogo a “Novena Bem-aventurada Francisca de Paula de Jesus – Nhá Chica”

Organizada pelo Padre Antônio Lúcio da Silva Lima, o subsídio apresenta a história da vida e missão da Beata, incluindo detalhes do milagre que resultou em sua beatificação, além de orações e reflexões para o itinerário espiritual que pode ser vivido em comunidade, com a família ou até mesmo individualmente.

Latest Posts

MAIS VISTAS

Pular para a barra de ferramentas